Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Filter by Categories
Anais do fórum
Artigos
E-Book
Informativo
International Journal on Active Learning
Publicações

Escreva as palavras-chave e aperte Enter.

Por que alunos resistem à aplicação de Metodologias Ativas?

Quando indagados sobre esta pergunta, há um consenso em dizer que no Brasil, Canadá ou Estados Unidos os alunos apresentam resistência às mudanças na forma de ensinar em sala de aula.

“O aluno passou a vida aprendendo com o método convencional. De uma hora para a outra você modifica esta relação com o estudante, é normal que haja uma resistência”, afirma William Ellet, professor Adjunto de Gestão da Comunicação da Escola de Negócios Internacionais de Brandeis, Estados Unidos.

“Você deve pegar na mão deste aluno e dizer que ele pode passar por esta etapa e que esta modificação vai ajudá-lo não somente em sala de aula, mas também na vida”, esclarece Anastassis Kozanitis, Consultor Pedagógico da Escola Politécnica de Montreal, Canadá.

Os dois professores participam da Capacitação do  STHEM Brasil que está sendo realizada desde o último dia 16 de maio, em Lorena.

Cerca de 150 professores passam pelo processo de formação em Metodologias Ativas com o objetivo de aprimorar a aprendizagem no Brasil.

Capacitação 2015Os docentes representam 35 instituições de ensino de oito estados brasileiros, que têm realidades distintas, mas algo incomum: O desafio de aplicar o que aprenderam durante o STHEM em suas instituições.

Entre os professores, há representantes da ESPM, São Paulo.

“Sou professor há 30 anos e há 19 atuo no ensino superior. Estou tendo a oportunidade de aprimorar meus conhecimentos. Na ESPM já investimos pesado na formação didático-pedagógica, construímos lá um espaço denominado “Academia de Professores”, com o objetivo de possibilitar o aprimoramento de nosso trabalho, afirma Prof. Dr. Carlos Frederico Lucio, Coordenador da ESPM Social SP.

A também representante da ESPM e integrante do Comitê Gestor do Consórcio STHEM, Tatiana Soster, diz que a instituição de ensino já aplica algumas metodologias, dentre elas Ensino com Pesquisa, Resolução de Exercícios, Método do Caso, Aprendizagem baseada em Problema e Projeto. “Este processo é essencial para a formação dos nossos estudantes que serão os futuros líderes do  país. Neste evento, os docentes têm a oportunidade de, através das metodologias ativas, criarem planos de ensino e aprendizagem que proporcionarão oportunidades de desenvolvimento de competências essenciais aos alunos”, conclui Tatiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *